segunda-feira, 4 de abril de 2011

São as pequenas coisas

Era mais uma segunda-feira.

Seu despertador não tocou, você saiu atrasado de casa
Nem tomou café
Pegou o trânsito infernal das manhãs, quase bateu o carro
Seu chefe brigou com você, e disse
"Esta é a última vez, está me ouvindo?"

Seu computador de trabalho estava cheio de vírus
Você passou meia hora tentando abrir o Excel
E mais meia hora explicando por que ainda não tinha terminado o arquivo

Na hora do café Do expediente
A nova estagiária desastrada derrubou um pouco de leite quente na sua camisa
E depois de mil pedidos de desculpas
Tudo que ela conseguiu foi sujar mais a sua gola com açúcar

Você voltou pra casa na hora do Rush
E dessa vez, bateu de verdade o carro
Foi só um arranhão
Mas você explodiu com o caminhoneiro, sim, caminhoneiro
Que fez o estrago.

Ele era um sujeito bronco, grosso
E quase que você levou porrada.

Ligou a rádio
E estava na Voz do Brasil
Abriu a caixa de CDs
E só tinha o Samba que a sua mulher adora
E você odeia.

Você passa dois minutos procurando a chave entre o carro e a porta
Amaldiçoando todos os descendentes de Murphy
E tentando imaginar o que ainda
Podia dar errado.

Girou a maçaneta, encontrou tudo desligado
Será que todos já estavam dormindo?
Foi até o quarto da filha

Ela se remexia na cama
Balançando suas pernas e bracinhos para cima
Quando lhe viu
Abriu o maior sorriso - banguela
E disse:
"Te amo, papai"


Ah, ele ganhou o dia.

Que sorte, não?

3 comentários:

. disse...

ADOREIIIIIIIII...
adoro vir ler seus textos.
bju linda.

. disse...

Ah eu já comentei que eu adoro as 22 coisas sobre vc?
Adoro mesmo... seu senso de humor é otimo.
E voce parece mesmo ser muitoo inteligente... ah e só pra não faltar... EU TE ACHO DEMAIS... pra ser mais exata te acho foda, que na minha regiao significa ser muito demaissssss... enfim...
SUCESSO MESMO.
BjaoO

Papai- O Pipo disse...

Eu também te amo muuuiiiito.